O que é Esoterismo?

Do grego, Esoterikos = Interior. Em português, Esotérico.
Qualificação dada nas escolas dos antigos filósofos, à sua doutrina secreta, reservada apenas aos iniciados.

O que podia ser revelado ao público em geral, era chamado Exotérico =  Exterior.
A palavra Esoterismo é o substantivo, como o Cristianismo, o Budismo, o Espiritismo etc.
A palavra Esoterista, é o adjetivo, que está dando a qualidade da pessoa, como se eu falasse, eu sou Cristão, eu sou Budista ou eu sou Espírita, no caso, Eu sou Esoterista.

A palavra Esotérico é o adjetivo que qualifica a ciência ou a entidade, cujo propósito é o estudo e prática das ciências ocultas ou Esotéricas, visando a edificação interior do ser humano, como é o caso da nossa amada ordem, o Círculo Esotérico da Comunhão do Pensamento.

Desde a mais alta antiguidade, quando surgiram as primeiras grandes civilizações do mundo, os sábios desses povos, já cultivavam a ciência da mente e investigavam as leis não conhecidas da natureza e os poderes latentes no homem.

Naquele distante período da história da humanidade, entre os anos, 3.000 e 2.000 antes de Cristo, os sábios daquelas civilizações, quase todos os sacerdotes, já tinham alcançado vasto conhecimento das ciências Esotéricas e desenvolvido os mais variados poderes paranormais, que estavam sempre a serviço do poder dominante, opressor do povo, seja o faraó, um rei ou imperador, que sempre eram tidos como divindade e como tal, adorados;

Naquela época os lideres espirituais já faziam nítida distinção entres os conhecimentos ou dogmas, que poderiam ser passados ao povo em geral, os mantendo na ignorância, e os Esotéricos, reservados apenas aos iniciados, após gradativa e longa iniciação, com provas as mais austeras e difíceis, em que muitos tombavam pelo caminho e eram reprovados.

O Hierofante era o sacerdote que presidia os mistérios, iniciava os neófitos dentro das pirâmides ou templos, e interpretava as escrituras reveladas e as coisas sagradas.
Um dos mais famosos Esoteristas ou Hierofante do Egito antigo, foi Hermes, que os gregos atribuíram o título de Trismegisto ou três vezes grande, nasceu em Tebas, capital do Médio Egito, por volta do ano 1400 antes de Cristo. Ele foi o grande sistematizador de todo o conhecimento e sabedoria do seu tempo, e fez rígidas exigências do que poderia e do que não poderia ser revelado ao público. Do seu nome surgiu a palavra Hermatismo, semelhante ao ocultismo, ao esoterismo e a alquimia, também a palavra hermético, que significa fechado.

Moisés foi contemporâneo de Hermes. Não existe nenhum registro histórico, mas é bem provável que Moisés o conheceu, pois ele foi iniciado pelos mestres egípcios, desenvolvendo inúmeros poderes paranormais, principalmente o da mediunidade de efeitos físicos, que ele usou posteriormente para tirar o seu povo do Egito e conduzi-los para a famosa Terra Prometida.

Todas as brilhantes civilizações antigas, cujas ruínas até hoje causam admiração e mesmo espanto aos engenheiros, arquitetos e cientistas, entraram em decadência, principalmente porque o sacerdócio, sempre ligado e dependente da nobreza, usaram da ciência Divina, mental e espiritual, para garantir os seus privilégios, e para oprimir e manter o povo na ignorância e no temor.

Então os Mestres da Grande Fraternidade Branca Universal, recolheram os ensinamentos Divinos quer foram usados e que ficaram desaparecidos por mais de 2.000 anos.

Nos últimos 200 anos, surgiu o Esoterismo moderno, que não está mais fechado nos punhos de um mestre ou de uma casta sacerdotal, e sim, aberto a todos os que têm olhos para ver e mentes para compreender, cujos seguidores não aceitam mais a fé cega e os dogmas rígidos e ultrapassados das religiões formais.

Como o Brasil tem uma destinação histórica de ser o “Coração do Mundo e a Pátria do verdade Evangelho”, surgiu no fim do século XIX e início do XX, todo um movimento Espiritualista, que culminou em 27 de junho de 1909, com a fundação do Círculo Esotérico da Comunhão do Pensamento.

O Círculo Esotérico está sobre quatro pilares: Harmonia, Amor, Verdade e Justiça e mostra o lado prático e utilitário dos conhecimentos ocultos e das forças mentais, ensina a emprega-las na vida diária, buscando a nossa edificação interior, nosso “novo nascimento”, para realizar nossas mais justas e altruístas aspirações, obter maior bem estar, alegria e felicidade, não só para nós, da Ordem, mas para os nossos semelhantes, toda a humanidade e todos os seres.

O propósito do Esoterismo modelo é buscar a união da filosofia oriental à magia do ocidente e ao mentalismo do novo mundo. É equilibrar a Fé com a Razão, para ser possível também equilibrar e harmonizar a Ciência com a Religião.

Desejamos que você e seus entes queridos sejam envolvidos e abençoados pelas mais puras, sublimes e suaves vibrações de Harmonia, Amor, Verdade e Justiça extensivo a toda a humanidade.

Saúde, alegria, paz, felicidade e muitos méritos!  Abraços fraternos.